• Jéssica Iancoski

Soneto Sorriso Interior - Cruz e SOuza

João da Cruz e Sousa ficou conhecido por ser um poeta brasileiro.


Ele nasceu em Florianópolis em 24 de novembro de 1861.


E faleceu em Minas Gerais em 19 de março de 1898.



Sorriso Interior


O ser que é ser e que jamais vacila nas guerras imortais entra sem susto, leva consigo esse brasão augusto do grande amor, da nobre fé tranqüila.


Os abismos carnais da triste argila ele os vence sem ânsias e sem custo… Fica sereno, num sorriso justo, enquanto tudo em derredor oscila.


Ondas interiores de grandeza dão-lhe essa glória em frente à Natureza, esse esplendor, todo esse largo eflúvio.


O ser que é ser transforma tudo em flores… E para ironizar as próprias dores canta por entre as águas do Dilúvio!


Escute o poema pelo YouTube

Clique no link para se INSCREVER! ►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


►► Conheça o Podcast Isto não são só Poesias:

https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


SIGA NAS REDES SOCIAIS

http://instagram.com/euiancoski

http://twitter.com/euiancoski

https://soundcloud.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR