• Jéssica Iancoski

Raul de Melo - Ares Bolcheviqueanos | Nova Poesia

Poema de Raul de Melo - Ares Bolcheviqueanos.


Raul de Melo Oliveira (Azir), de 17 anos e nascido em São Paulo, é dono de uma página-protótipo da qual posta experimentações em prosa e verso amadores (com as mais diversas temáticas filosóficas e narrativas oníricas); com a finalidade de, futuramente, enxergar toda a sua trajetória como escritor. A página é gerida e alimentada em conjunto a seu amigo, Igor Rivellino (Lamartine), que sonha ambiciosamente com o triunfo na carreira da escrita e editoração.


►► Apoie o projeto e nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Poema de Raul de Melo Ares Bolcheviqueanos
Ares Bolcheviqueanos (Nova Poesia: Raul de Melo/Toma Aí Um Poema)

Poema: Ares Bolcheviqueanos

Poeta: Raul de Melo

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

Ares Bolcheviqueanos


Este motriz carvão, que arde

sombriamente,

[igualmente inflama a alma

latente e inacesa dos carvoeiros.

Dos quais, quão os fez

poupados, com o tempo intrincado

e a matéria genocida, o vosso embaixador das cinzas?

[este condutor da locomotiva

inóspita e poluta.

Por nós, Deus, daqui

não mais infla

nossos pulmões

[com este ar sulfúrico.

Não mais lavrará teu carrasco

sangue com lágrimas

[de mercúrio e chumbo.

Que esta me é a tal

faina sonhada, pois não mais

me engana e fantasia

o Diabo petrolífero; hoje,

sou - com imenso anseio -

'a mercadoria mais bruta'

[que vossa maculada moeda, em

sangue enxuta.

Não mais me sufoca

a longevidade

[risível.

Se quiser Deus, o meu

amanhã tilintará

como prata;

[inda que eu quisesse,

intangivelmente,

que tilintasse

como singela platina.

Pois então, basta-me a

ilusão de proleta; apenas me faça o favor das picaretas:

[e me cave o sepulcro ao lado

de meu legado insalubre e enegrecido.


Ares Bolcheviqueanos poema de raul de melo
Ares Bolcheviqueanos (Nova Poesia: Raul de Melo/Toma Aí Um Poema)

Poesia Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


#rauldemelo

#novapoesia