• Jéssica Iancoski

Pedro Mexia - Poema Pó | Poesia Portuguesa

Poema de Pedro Mexia Pó.


Pedro de Magalhães Mexia Bigotte Chorão é um poeta, cronista e crítico literário português.


Em 2015 e 2016 foi jurado do Prémio Camões.


Em 2019, a ópera Canção do Bandido venceu o Prémio Autores na categoria Melhor Trabalho de Música Erudita.


Em 2019, Lá Fora venceu o Grande Prémio de Crónica da Associação Portuguesa de Escritores.


Em 2020, Imagens Imaginadas esteve entre os livros semi-finalistas do Prémio Oceanos.


Nasceu em 1972, atualmente esta com 48 anos.


►► Apoie o projeto! E nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Pó (Poesia Portuguesa: Pedro Mexia/Toma Aí Um Poema)

Poema: Pó

Poeta: Pedro Mexia

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema


Nas estante os livros ficam

(até se dispersarem ou desfazerem)

enquanto tudo

passa. O pó acumula-se

e depois de limpo

torna a acumular-se

no cimo das lombadas.

Quando a cidade está suja

(obras, carros, poeiras)

o pó é mais negro e por vezes

espesso. Os livros ficam,

valem mais que tudo,

mas apesar do amor

(amor das coisas mudas

que sussurram)

e do cuidado doméstico

fica sempre, em baixo,

do lado oposto à lombada,

uma pequena marca negra

do pó nas páginas.

A marca faz parte dos livros.

Estão marcados. Nós também.

Pó (Poesia Portuguesa: Pedro Mexia/Toma Aí Um Poema)

Poesia Portuguesa Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU

SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski


#poesiacontemporanea

#poesiaportuguesa

#pedromexia

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR