• Jéssica Iancoski

Os Três Porquinhos - Jéssica Iancoski | Contos de Fadas

Clássico Conto Infantil Os Três Porquinhos na Versão de Jéssica Iancoski.


A Historia Infantil em Áudio foi gravada para o Podcast para Crianças Jejéqui Lê.


►► Conheça o Podcast Histórias para Dormir: https://open.spotify.com/show/4dj4rmlTQt3wfocgvgKtYz?si=votsIzHoQomFgdoNy3PNBA


História Infantil em Áudio: Os Três Porquinhos


Certa vez, três porquinhos muito diferentes resolveram que cada um deles um ia construir a sua própria casa.


O mais novo era o mais preguiçoso dos três e, por mais que quisesse ter uma casa só dele, ele também achava uma perda de tempo gastar horas construindo uma casona.


Por isto, ele decidiu:


- Vou construir uma casa de palha com duas portas, uma de entrada e outra de saída! AHAHAH isso me parece divertido! Ela não será a mais forte e nem a mais bonita, mas será suficiente! Além do mais, me sobrará tempo para brincar e fazer as outras coisas que gosto... Passear no bosque, visitar os meus amigos e por aí.


PIC PIC PIC.

POC POC POC.


Dito e feito, o porquinho mais novo tinha agora uma casinha da qual se orgulhava e tempo para fazer o que ele queria.


O porquinho do meio, era bem intermediário e sempre estava intermediando os seus pensamentos. Ele não gostava de pendular para nenhum dos lados, para ele, a felicidade estava beeem no meio.


- Não quero gastar muito tempo construindo uma casa, mas também não quero terminar rápido. Não preciso de uma casona, mas também não quero uma casinha… Hmmmm, tem que ser algo que esteja entre os dois, quero um pouco de conforto, mas também quero ter tempo para mim…. Já sei! Vou construir a minha casa de madeira.Assim, eu terei uma casa boa e também terei tempo para mim.


E lá foi ele PIC PIC PIC

POC POC POC.


Dito e feito! O Porquinho do meio tinha uma casa intermediária.


Por fim, o porquinho mais velho era o mais medroso dos três - qualidade que o tornava mais prudente também.


Por isto, resolveu construir a cada dele de tijollos.


- Uma casa de Tijolo dá mais trabalho…. Mas é mais segura! Além do mais, se eu construir ela bem feitinha, terei uma casa para sempre. Nada no mundo conseguirá derrubá-la. Penso que vale todo o esforço do mundo, até porque tenho medo. Já pensou se algo ruim acontece porque eu não cuidei direito das minhas coisas?!


Dito isso, o porquinho mais velho foi lá e PIC PIC PIC

POC POC POC.


Certo dia, quando os três porquinhos já tinham terminado as suas casas, eles se encontraram para um passeio. Estavam se divertindo um monte, até que um Lobo bem malicioso apareceu:


- Bom dia, porquinhos, hoje eu vou jantar um de vocês! - disse o Lobo.


Os três porquinhos ficaram muito assustados, voltaram para as suas casas correndo, bateram e trancaram as portas para se proteger.



- PLAFTTT - fez a porta de palha, ao ser fechada.

- Daqui eu não saio - disse o porquinho mais novo.


- PLEFTTT - fez a porta de madeira.

- Daqui ninguém me tira - disse o porquinho do meio.


- PLIFTTT - fez a casa de tijolos.

- Aqui o lobo não entra - falou o porquinho mais velho.



O Lobo, muito espertalhão, resolveu fazer uma visitinha por primeiro na casa de palha:


- Hmmm, esta é a mais fácil de mandar para o beleléu! Aposto um jantar comigo mesmo que eu consigo derrubar essa casa com um soprinho…


O Lobo estufou o peito com muita vontade e FUUUUUUUUUU


Voou palha para todos os lado! Mas… TCHANNAAA...


- AAAAA… Cade o meu jantar? Eu ganhei a minha aposta! - disse o lobo muito furioso, ao perceber que o porquinho não estava mais lá.


Por sorte, um pouco antes, o porquinho mais novo saiu correndo pela porta dos fundos e conseguiu ir para a casa de tijolos do porquinho mais velho para se esconder.


Não tendo muito o que fazer, o Lobo resolveu ir até a casa de madeira.


- Hmmm, essa eu não consigo derrubar com um sopro, mas acho que consigo com dois! Aposto um jantar comigo mesmo!


Então, o Lobo começou a estufar o peito de novo e FUUUUUUUUUU

e FUUUUUUUUUU.

Soprou duas vezes, com muita vontade.


- PLOFFTTT! - A casa de madeira não aguentou e se espatifou no chão.


Mas o Lobo se esforçou demais e ficou um pouco tonto de tanto que soprou.


Com o Lobo tonto, o porquinho do meio aproveitou a boa chance de fugir e se mandou para a casa de tijolos!


Quando o lobo se recuperou, foi para lá também.


- Hmm, essa casa não me parece fácil de derrubar, mas aposto um jantar comigo mesmo que consigo com três sopros!


Então o Lobo encheu o peito e preparou três sopros FUUUUUUUUUU

FUUUUUUUUUU

FUUUUUUUUUU.

Mas nada aconteceu…


- Será que com quatro sopros? - pensou o Lobo.


FUUUUUUUUUU

FUUUUUUUUUU

FUUUUUUUUUU

FUUUUUUUUUU.

PLOFT!

Desta vez, quem caiu no chão foi o Lobo, desmaiado de tanto soprou.


Depois dessa, ele desistiu de comer os três porquinhos e voltou faminto para floresta.


Alguns dizem que foi lá que ele encontrou Chapeuzinho Vermelho, mas eu realmente não sei.


Os Três Porquinhos em Português


Clique no link para se INSCREVER no nosso canal! ►►►

https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1

SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

http://instagram.com/podcast.historias

#contosdefadas #historiainfantil #tresporquinhos #jessicaiancoski #literaturainfantil

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR