• Jéssica Iancoski

O Peixe e O Mar - Jéssica Iancoski | Conto Cigano

Conto Infantil O Peixe e O Mar na versão de Jéssica Iancoski.


A História Infantil em Áudio foi gravada para o Podcast Infantil Jejéqui Lê.

►► Conheça o Podcast Histórias para Dormir

conto cigano o peixe e o mar
O Peixe e O Mar (Conto Cigano: Jéssica Iancoski/Jejéqui Lê)

História Infantil em Áudio: O Peixe e O Mar


Certa vez, um peixe que tinha nascido em um pequeno Rio, estava sentindo um momento de mudanças, um chamado que o impulsionava a procurar o deságue no Mar.


Mas isto o deixava um pouco confuso. Então, ele pensava:


- Bem, eu estou bem aqui, é calmo, tranquilo, estou bem adaptado. Eu realmente amo a tranquilidade do rio. Mas por que riachos eu estou sentindo que preciso ir para o mar? É um caminho sem volta! Se eu for, não poderei mais voltar, terei que deixar o rio para sempre.


E o Peixe ficava com essas ideias boiando na cabeça.


E assim ficou algum tempo, até que em certa manhã, ele simplesmente acordou decidido e falou:


- É hoje, estou sentindo que devo ir para o mar, hoje. Se eu não aproveitar esse impulso que desaguou em mim esta manhã, nunca procurarei o encontro das águas. Preciso ir.


E o Peixe se despediu do Rio, com muita dor, porque o amava e gostava de tudo nele: a água doce e calma, o modo como a serenidade do Rio o embalava para dormir, o jeito que águas eram generosas. Realmente, não havia explicações para deixá-lo - só o chamado, que se fazia nascente no coraçãozinho do Peixe.


E lá foi ele, nadando, se afastando, até que encontrou o mar e deu a última nadada em direção ao infinito, suspirando.


- Se não fosse esse impulso, eu não conseguiria... Porque não sei se é isso o que eu quero - o peixe pensou.


E este foi um momento muito difícil para o peixe, porque o pior momento do amor é quando se sente que ele deve ser secado, mas não há a força para evaporar as gotas, e muito menos a certeza de que isto é realmente o certo.


Quando finalmente desaguou no mar, o Peixe estranhou o salgado das águas, ao sentir a Liberdade, e chorou no agito da primeira onda que teve que enfrentar. Ele se sentia muito sozinho.


Mas, com o passar do tempo, se adaptou, porque o mar tinha muita vida e ele queria conhecê-la.


Embora, seja verdade que o peixe sempre se lembrava com amor, de como a vida era feliz e tranquila com o carinho e parceria do Rio.


O Peixe nunca teve certeza se escolher a imensidão foi o certo, mas há escolhas que não se podem mudar


►►► Compre um eBook com30 Fábulas de Esopo recontadas por apenas 5.99 para ajudar o projeto!

Podcast Infantil no YouTube =P

Clique para se INSCREVER no nosso canal!


SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

http://instagram.com/podcast.historias


#historiainfantil#literaturainfantil#jejequile #jessicaiancoski #contocigano