• Jéssica Iancoski

O Alicanto - Lenda do Chile | História Infantil em Áudio

Lenda O Alicanto é uma história infantil do Chile na versão de Jéssica Iancoski.


É uma das lendas infantis do folclore chileno mais populares entre as crianças no país.


A história original foi adaptada para o podcast de Histórias para Dormir.


Indicação Livre.


►► Conheça o Podcast Histórias para Dormir: https://open.spotify.com/show/4dj4rmlTQt3wfocgvgKtYz?si=votsIzHoQomFgdoNy3PNBA

Alicantos


Um Alicanto é um pássaro da mitologia chilena, vinculado ao deserto do Atacama.


É uma ave que se alimenta de minerais preciosos, como outro e prata, e por isso, possuí plumas, bico, pernas e olhos muito brilhantes formados pelos mesmo metias que compõe a dieta do pássaro.


Ou seja:


Se um Alicanto se alimenta de ouro, ele será dourado e brilhará como o sol. Se se alimentar de prata, será prateado como o brilho da lua. E assim por diante.


A Lenda diz que um Alicanto brilha tanto que não possuí sombra. Uma vez que ele mesmo sempre se mantem iluminado.


Os Alicantos moram em pequenas cavernas, repletas de mineiras - visto que eles sempre estão em busca de alimento e costumam acumula-los para comer mais tarde.


Como a alimentação do Alicanto é dieta pesada a base de metais preciosos, isto o torna um pássaro muito pesado para voar.


Por tanto, um Alicanto até poderia voar, mas não consegue.


Quando não esta alimentado, ele consegue se mover muito rápido, correndo grandes distâncias. Entretanto, quando come, ele fica muito lento, quase imóvel.


A reprodução do Alicanto costuma ser de dois ovos de ouro por vez.


Símbolo


A criatura mitológica do Alicanto está fortemente associado a sorte, riqueza e ganância.


As pessoas que encontram com um Alicanto tornam-se gananciosas quando acreditam que podem capturá-lo para encontrem fontes de riquezas.


Lenda


A lenda diz que um minerador que encontrar com um Alicanto pode ter muita sorte e ficar rico, caso consiga segui-lo sem ser visto até a sua caverna.


Entretanto, um Alicanto é um animal muito ciumento com a sua comida e não gosta de dividi-la. Por isto, quando percebe que está sendo seguido, ele costuma guiar o perseguidor ou para um precipício ou o deixa perdido no deserto.


Em ambas as situações o perseguidor está a um passo da morte e só pode ser salvo com uma prece atendida à Virgem de Punta Negra.

História Infantil em Áudio: O Alicanto

O Alicanto - Lenda do Chile

(Por Jéssica Iancoski)

O Alicanto (Ilustração: Artistas Desconhecidos/Histórias Para Dormir)

Era uma vez, em um país não tão distante do nosso, ainda na América do Sul, no Chile, dois homens que trabalhavam com mineração, próximos ao Deserto do Atacama - uma região em que existe quantidades espantosas de minérios valiosos como ouro, prata, cobre, lítio e enxofre.


Um deles era um homem bom, honesto, trabalhador e justo. Já o outro, era um sujeitinho desprezível. Sempre que tinha a oportunidade, não estava nem aí, roubava, trapaceava e levava o crédito por coisas que não tinha feito - tudo isso porque ele queria ficar cada vez mais rico.


- Eu trabalho porque um dia serei um homem rico! Terei tudo o que eu quiser, todas as mulheres que eu puder, beberei quanta chicha chilena eu aguentar e não terei que obedecer as ordens de ninguém. Serei tão rico que terei as minhas próprias leis! - dizia um.


- Deixa disso, camarada! Pra que tanta ganância? A vida já é boa, você não precisa disso pra ser feliz. Eu trabalho porque tenho uma família para sustentar. Amo a minha esposa e os meus filhos. Queria passar mais tempo com eles, desfrutando da companhia e ajudando os meus filhos a se tornarem bons. Mas tenho que trabalhar, porque no fundo eu só quero dar uma vida melhor para todos, algo que eu nunca tive. - dizia o outro.


- Eu não sou ganancioso. Não tenho culpa se você não tem ambição…


- Ok, ok! - outro nem se dava o trabalho de retrucar.


Tem discussões que não valem a saliva.


Todos os dias esses dois homens iam para a mesma mina trabalhar, mais ao norte. Era sempre a mesma coisa um PIC PIC PIC pra cá, outro POC POC POC pra lá e assim iam cavando procurando por minerais preciosos. A única coisa que mudava é que às vezes encontravam um pouquinho mais de ouro, às vezes um pouquinho mais de cobre e em outras outro pouquinho mais lítio. Dependia muito da sorte!


Um certo dia, os dois homens mal começaram a trabalhar e já foram interrompidos:


- Ei, vocês dois, vocês viram o Vicente? Ele não veio para o turno dele hoje. Os outros mineiros estão falando que ele tentou seguir um Alicanto ontem quando saiu do trabalho. Mas só pode ser piada! Essa criatura mitológica não existe!


- Um Alicanto é aquele pássaro que se alimenta de metais preciosos e, por isso, reluz como ouro? Que piada! AHAHA Ele deve ter ficado na farra ontem e perdido a hora - disse o sujeitinho desprezível.


- É essa mesmo! A Lenda diz que o Alicanto vive em uma colina repleta de ouro e de prata. Não que a colina seja assim por natureza, é que como o Alicanto se alimenta de minerais, ele os procura e os leva para lá. A lenda diz também que ele é um pássaro muito ciumento com a sua comida. Por isso, se alguém tentar sergui-lo…. Que não seja visto! Porque terminará ou em um precipício ou abandonado em um lugar isolado. Dizem que só uma oração à Virgem de Punta Negra pode salvar qualquer um nessa hora. Espero que o Vicente tenha conseguido - disse o homem mais agradável.


- Que besteira! Ele deve ter perdido o horário por causa da farra, é o que faz mais sentido - disse o terceiro dos homens - agora voltem a trabalhar, não temos tempo para imaginação aqui. O Alicanto HAHAHHA, até parece.


E assim os dois homens voltaram a trabalhar. PIC PIC PIC, POC POC POC. PIC PIC PIC, POC POC POC.


Homem e Alicanto (Ilustração: Artistas Desconhecidos/Histórias Para Dormir)

Foi um dia de trabalho como qualquer outro, exceto porque quando tinham acabado o turno... No exato momento em que estavam saindo da mina…. Viram algo que não acreditaram: Um Alicanto!


O Alicanto era muito mais impressionante e maravilhoso do que os homens imaginavam em suas cabeças. Não só porque ele era real, mas principalmente porque o pássaro possuía formosas asas que brilhavam como ouro, e um olho tão grande e reluzente que era impossível não despertar a vontade pela riqueza em quem o visse.


- Meu Deus! O Alicanto existe. Isso é impressionante. Só consigo olhar para ele e ficar impressionado como um ser brilha tanto que não possui sombra, já que ele mesmo se mantém iluminado.


- Deixa disso! Eu olho para ele e só consigo pensar em como posso ficar rico. Precisamos seguir ele.


Nem preciso te dizer quem foi que disse o que...


Os dois homens se puseram juntos a seguir o Alicanto, pelo Deserto de Atacama.


Lá pelas tantas aquele que era o mais ganancioso disse:


- Puxa, amigo! Você vai me perdoar, mas acho melhor nós nos separamos. Não é que eu não goste de você. É que eu quero encontrar toda a riqueza sozinho, assim não tenho que dividir. Eu vou por aqui, você pode ir por onde quiser, menos comigo.


E assim, os dois homens se separaram, divididos pelos caminhos da vida.

Homem ganancioso se despede (Ilustração: Artistas Desconhecidos/Histórias Para Dormir)

O homem que era bom, mesmo sozinho, continuou seguindo o Alicanto. Sempre com muito cuidado, mas não porque tinha medo de ser descoberto, mas porque estava tão maravilhado com a beleza do pássaro que não queria assustá-lo. Queria poder ficar olhando, sonhando e pensando como existia coisas incríveis e tanta fantasia no mundo. Fazia anos que a sensação de imaginar e sonhar não aparecia tão forte e mágica para ele. E o homem bom não queria perder aquilo por nada. Por isto, se pôs tão furtivo atrás do majestoso pássaro. Era a mais doce de todas as ambições.


Já o outro, não estava furtivamente atrás do pássaro. Havia uma agressividade maior em suas intenções. Ele ia sorrateiramente, pensando em como teria uma vida incrível com tanta riqueza. E movido pela ganância, acabou se descuidando e descoberto pelo Alicanto.


O homem estava tão fissurado pensando em sua nova vida, no que faria com tanta riqueza, como teria várias mulheres... que esqueceu de olhar pelo caminho e chutou uma grande pedra, torcendo gravemente o pé, machucando uma das pernas e caindo no chão. TÁAAAAA.


Ele fez um barulhão e ainda por cima, não se segurou e xingou bem alto:


- AHHHUTTI, PEDRA FILHA DE PUNTA, MAS QUE CARAMELO! AII MEU PÉ!


O Alicanto não gostou nada daquilo, olhou com muita raiva para ele e se sentindo ameaçado, aproximou-se e mordeu a outra perna. Nem preciso dizer que o homem xingou novamente.


- ALICANTO COCOZENTO, SEU CUECÃO DESGARRADO!


O Alicanto nem ligou, deu as costas e saiu porque sabia que nem a Virgem de Punta Negra poderia salvar um homem, no meio do deserto de Atacama, com as duas pernas gravemente feridas.

Caverna do Alicanto (Ilustração: Artistas Desconhecidos/Histórias Para Dormir)

Como tinham ido por caminhos diferentes, do ângulo que tinha da situação, o outro homem não viu o que aconteceu. Por isto, não prestou ajuda e continuou seguindo o Alicanto, sempre muito deslumbrado com tamanha perfeição da ave.


- Como é majestosa! Suas plumas, bico e pernas… Parece tudo feito de ouro! Só pode ser obra da mão divina.


E assim, sempre furtivo e com uma ambição tão pura, quanto os metais preciosos que o pássaro se alimentava, o homem conseguiu segui-lo sem ser pego. E, somente quando encontrou a pequena caverna do Alicanto, vislumbrou a riqueza que havia encontrado e pensou:


- Há tanto ouro aqui que não vai fazer falta se eu pegar um pouquinho para mim e para a minha família. Pegarei somente o necessário,eu juro.


O homem pegou apenas o suficiente para dar a vida que ele queria para a sua família e saiu, sem nunca mais retornar àquele lugar.


E desde então a família do bom homem, teve uma vida que não era regada de luxo e sim de tempo. Porque gastando sempre o suficiente, nunca mais que o necessário, o homem não precisou mais trabalhar e pode desfrutar o resto dos seus dias próximo de sua família e vendo os seus filhos crescerem, conhecendo-os e ensinando-os a serem bons.


Esta sim foi a maior riqueza que ele encontrou na vida.


Quanto ao outro homem, bem, nunca ninguém conseguiu encontrá-lo. Por causa de sua ganância, ele jamais retornou.

Lenda do Chile no YouTube =P

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal!

►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1

SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

http://instagram.com/podcast.historias




  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR