• Jéssica Iancoski

Miram Alves - Poema Fumaça | Poesia Afro Brasileira

Miriam Aparecida Alves é uma escritora brasileira com ascendência africada.


Ela Nasceu em 1952 em São Paulo.


E é conhecida por ser uma ativista brasileira pelos direitos dos afro-descendentes.


(Poema de Miriam Alves "Fumaça")

Poema Fumaça


Estou a toque de máquina

corro,louca, vôo, suo

a fumaça sou eu


Estou a toque de nada

vivo, ando

como a comida envenenada

e o comido sou eu


estou a toque de selva

os ferros torcidos, sacudidos

dentro de uma marmita

e a marmita sou eu


Nego, mas vivo dizendo

Sim

a tudo que me dói na cabeça

e o doido sou eu

Paro, mas estou sempre correndo

doem as pernas, os pés

e este corpo é o meu


Amanhã me encontra

acordada como a noite deixou

e o insone sou eu


Indago, mas não estou escutando

a pergunta anda solta

e ninguém explicou

que a resposta sou eu


Escute Também pelo YouTube



Clique no link para se INSCREVER! ►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


►► Conheça o Podcast Isto não são só Poesias:

https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU

SIGA NAS REDES SOCIAIS

http://instagram.com/euiancoski

http://twitter.com/euiancoski

https://soundcloud.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR