• Jéssica Iancoski

Marina Tsvetaeva - Abro As Veias | Poesia Russa

Poema de Marina Tsvetaeva Abro As Veias.


Marina Ivánovna Tsvetáieva, foi uma poetisa e tradutora russa. Nasceu em 1892 e faleceu em 1941, aos 48 anos - talvez tenha sido suicídio, talvez tenham sido gentes da NKVD, policia politica, de Stalin. Deixou uma obra poética que foi salva da destruição e do esquecimento por sua filha, Ariadna Efron. Sua obra é concisa, áspera e de uma severidade que se alterna com certa tendência para o fluente e musical.

►► Apoie o projeto! E nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

poesia russa marina tsvetaeva
Abro As Veias (Poesia Russa: Marina Tsvetaeva/Toma Aí Um Poema)

Poema: Sem Título

Tradução: Augusto de Campos

Poeta: Marina Tsvetaeva

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

Abro As Veias


Abro as veias: irreprimível,

Irrecuperável, a vida vaza.

Ponham embaixo vasos e vasilhas!

Todas as vasilhas serão rasas,

Parcos os vasos.


Pelas bordas - à margem -

Para os veios negros da terra vazia,

Nutriz da vida, irrecuperável,

Irreprimível, vaza a poesia.

poema de marina tsvetaeva abro as veias
Abro As Veias (Poesia Russa: Marina Tsvetaeva/Toma Aí Um Poema)

Poesia Russa Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


#marinatsvetaeva

#poesiarussa

#poetisa