• Jéssica Iancoski

Luís de Camões - Poema O Amor é fogo que arde sem se ver | Poesia Lusófona

Poema Luís de Camões Amor É Fogo Que Arde Sem Se Ver.


Luís Vaz de Camões foi um poeta de Portugal,  considerado uma das maiores figuras da literatura lusófona.  


Acredita-se que ele nasceu em Lisboa em 1524 e que era da pequena nobreza.


Ele faleceu em 1580 de Peste.


►► Leia o Livro de Poesia "Poilhias" de Jéssica Iancoski grátis no KindleUnlimited

(Poema Luís de Camões "Amor É Fogo Que Arde Sem Se Ver")


Amor É Fogo Que Arde Sem Se Ver


Amor é fogo que arde sem se ver;

É ferida que dói e não se sente;

É um contentamento descontente;

É dor que desatina sem doer;


É um não querer mais que bem querer;

É solitário andar por entre a gente;

É nunca contentar-se de contente;

É cuidar que se ganha em se perder;


É querer estar preso por vontade;

É servir a quem vence, o vencedor;

É ter com quem nos mata lealdade.


Mas como causar pode seu favor

Nos corações humanos amizade,

Se tão contrário a si é o mesmo Amor?


Soneto Luís de Camões no YouTube =P

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal no YouTube! ►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


Conheça o Podcast Isto não são só Poesias:

►► https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR