• Jéssica Iancoski

Junqueira Freire - Poema Arda de Raiva | Poesia Brasileira

Poema de Junqueira Freire Soneto Arda de Raiva.


Luís José Junqueira Freire foi um poeta brasileiro.


Sua obra lírica divide-se em religiosa, amorosa, filosófica, popular e alguma poesia social, de tom declamatório, precursora de Castro Alves.


Participou da segunda geração romântica.


Ele nasceu em 1832 na Bahia, viveu 22 e morreu em 1855 de uma doença cardíaca.


►► Por  5,99 você aceita um adicional de Sonetos para acompanhar? Apoie o projeto! =P

https://www.amazon.com.br/dp/B08DJ61J4R/


Arda de Raiva (Poesia Brasileira: Junqueira Freire/Toma Aí Um Poema)

(Poema de Junqueira Freire "Arda de Raiva")

Arda de Raiva


Arda de raiva contra mim a intriga,

Morra de dor a inveja insaciável;

Destile seu veneno detestável

A vil calúnia, pérfida inimiga.


Una-se todo, em traiçoeira liga,

Contra mim só, o mundo miserável.

Alimente por mim ódio entranhável

O coração da terra que me abriga.


Sei rir-me da vaidade dos humanos;

Sei desprezar um nome não preciso;

Sei insultar uns cálculos insanos.


Durmo feliz sobre o suave riso

De uns lábios de mulher gentis, ufanos;

E o mais que os homens são, desprezo e piso.


Poesia Brasileira no YouTube =P

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal no YouTube! ►►►https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU

SIGA NO INSTAGRAM http://instagram.com/euiancoski

#tomaaiumpoema #poesiaportuguesa #sademiranda #literaturalusofona

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR