• Jéssica Iancoski

História para Dormir - Ouvir Estrelas Olavo Bilac |Adaptação História Infantil

A Literatura Infantil contém um universo que precisa ser explorado tanto pelas crianças quanto pelos adultos.


Ao contrário do que possamos pensar, a literatura infantil abrange muito mais do que aprendizados da infância.


Muitas histórias infantis tratam sobre sentimentos e questões que são universais para nós seres humanos.


As histórias infantis tem um papel importante ao auxiliar no desenvolvimento humano, uma vez que nos ajudam a entrar em contato com o nosso mundo interno.


Através das histórias ilustradas com frases simples, a literatura infantil consegue ir com delicadeza direto ao ponto, sem perder a sensibilidade.


8 motivos para ler Histórias de Literatura Infantil


História Infantil em Áudio Grátis


Ler e ouvir histórias infantis curtas podem ser atividades muito prazerosas, pois nos ajudam a nos aproximar das pessoas e de nós mesmos.


Quando estamos lendo é como se a gente controlasse o ritmo da história, nos guiando para o nosso próprio universo.


E quando é possível ouvir histórias infantis é como se alguém tivesse nos ajudando no nosso caminho, cuidando para que possamos fechar os olhos e praticamente entrar dentro da história.


É por isto que histórias infantis em áudio também tem suas vantagens!


Ouça as nossas histórias em áudio no Podcast Histórias para Dormir no Spotify.


Também estamos disponíveis em outras plataformas! Castbox, Deezer, iTunes e muitas outras!


Projeto de contos infantis curtos - Histórias para dormir e Podcast de Histórias


As Histórias Infantis ajudam as crianças em vários momentos, pois estimulam as inteligências, as colocam em contato com o mundo interno e ajudam inclusive na hora de dormir.


Foi pensando nesses momentos que o Podcast Histórias para Dormir surgiu.


Além das histórias em áudio também é possível acompanhar, através da leitura, os nossos contos infantis curtos.


E tem um bônus! Todas as nossas histórias infantis são ilustradas!


Nós realmente nos importamos com a magia das histórias.


E fica o lembrete: as histórias infantis não são só para crianças!


História para Dormir - Ouvir Estrelas Olavo Bilac | Adaptação História Infantil


Sabe o poema Ouvir Estrelas do Olavo Bilac? Então, nós transformamos ele em uma incrível história infantil ilustrada!


Olavo Bilac foi um grande escritor brasileiro que se destacou pela sua poesia parnasiana.


Um dos seus poemas mais conhecidos é a Via Láctea, na qual impressiona pela beleza alcançada pelos 35 poemas que compõe a obra principal.


A Via Láctea é também um dos principais poemas brasileiros.


O poema não foi escrito em uma linguagem para crianças, o que muitas vezes dificulta a compreensão.


Por isto, a história infantil de hoje é uma adaptação do poema mais lido da Via Láctea, conhecido como "Ouvir Estrelas".


O poema Ouvir Estrelas de Olavo Bilac ganhou uma versão infantil, sendo adaptado através de um conto curto ilustrado e contado por Jéssica Iancoski.


A história infantil curta Ouvir Estrelas conta sobre Olavo um menino altamente imaginativo que gosta de conversar com as estrelas, porque consegue aprender coisas importantes junto delas.

Ouvir Estrelas Olavo Bilac | Adaptação Infantil | Conto infantil para ler e escutar grátis



Olavo tinha uns 10 anos de idade, não muito a mais e nem muito a menos. Tendo a ver com a sua idade, todas as noites, como a maioria das crianças que têm pais que precisam acordar cedo, ele tinha hora para dormir. Então, quando dava umas nove horas, o pai dele logo vinha dizendo:


- Vai dormir, Olavo! Amanhã eu acordo cedo, ops, quer dizer, você também acorda cedo, menino.


E eram assim que as todas as noites de Olavo começavam, mas só começavam! Porque Olavo ia para o quarto e como era o pai dele que tinha sono e não ele, Olavo abria a janela, olhava para as estrelas e dizia:


- Boa noite, estrelinhas! Como está o céu, hoje?


Olavo gostava muito de olhar o céu a noite, porque toda vez que ele via aquela infinita pintura escura cobrindo tudo o que ele imaginava ser a extensão do teto do quarto dele, ele encontrava esses pontinhos, que produziam a sua própria luz. Olavo admirava as estrelas por isto, porque mesmo quando o sol se punha, levando toda a luz e alegria dos dias, as estrelas ainda estavam lá. Firmes e brilhantes, como se nada tivesse acontecido.


Olavo sabia que as estrelas continuavam no céu de dia, mas como metade dos dias são escuros e a outra metade é clara, as estrelas só se destacavam na escuridão. E, Olavo tentava entender o que isto significava.


Por mais pálido de espanto que Olavo poderia ficar, sempre quando ele perguntava como o céu estava, as estrelas o respondiam:


- Boa noite, Olavo! Hoje, o Céu está frio e a noite está mais escura do que o normal. Estamos com um pouco de medo, mas ainda sim estamos bem.


- Como vocês podem ter medo, estar no escuro, com frio e ainda sim estarem bem?


- Nós não sabemos te explicar isto, Olavo, mas temos certeza que é isto que nos torna uma estrela.


- Como assim, o que isto quer dizer?


- Não sabemos ao certo, mas gostamos de pensar que quando tudo está escuro, frio e dá muito medo, alguém precisa ter a coragem para continuar cintilando, tornando a via láctea, um pálio aberto. Não é por acaso que, desde que a gente se lembra, todas as gerações que passaram pela terra, olham para nós com um olhar de contemplação à alvura de nosso ministério; e que mesmo sem saberem qual ele é, sentem a esperança, a qual atribuem a nós e a como a nós brilhamos, iluminando até mesmo as noites mais frias e escuras.


- Eu acho que isso acontece mesmo, porque eu olho para vocês, as vejo e logo instantaneamente as admiro. Vocês tornam a noite bonita e mágica. Queria conseguir brilhar no escuro também.


- Mas você pode! Todos podem!


- Como assim, eu posso?



Olavo foi dormir pensando no que tinha ouvido as estrelas dizerem, que ele também poderia brilhar no escuro. Por mais que ele não conseguisse encontrar sentido nessas palavras, alguma parte importante dele, acreditava que era verdade.


Na manhã seguinte, ao vir do sol, Olavo, saudoso e em pranto, ainda procurava as estrelas no céu deserto e mesmo não podendo vê-las, ele sabia que elas continuavam lá, cintilando.

Você dormiu bem, menino? - o pai e Olavo perguntou a ele.


- Dormi, as estrelas me fizeram dormir pensando.


- Como assim?


- Eu conversei com elas e elas me falaram que eu também posso brilhar no escuro. Você também poderia, pai!


- Você só pode estar louco! Você conversou com elas? Enquanto elas conversaram contigo, disseram algo que fez sentido? Acho que você só pode ter perdido o senso!


- Elas não precisam dizer algo que faça sentido, pai, porque só podemos ouvi-las com o coração.


- Você está louco! Ouvir estrelas… Essa é boa! AHAHAHA!


Olavo ficou incomodado, pois ele sabia que não estava louco, não que isto fosse um problema, porque apenas as crianças e os loucos sabem de coisas que os adultos não se lembram. Mas por mais que ele adorasse ser criança, às vezes ficava com raiva, porque não era levado a sério.


Naquele dia, como já era o esperado, a noite chegou novamente. O sol já havia recolhido toda a luz e lá pelas nove horas, o pai de Olavo disse tirando sarro:


- Vai dormir, Olavo! Nada de conversar com as estrelas hoje!


Olavo, se sentindo estranho, enquanto o pai o julgava louco por conversar com as estrelas, contestando o que era incontestável, foi se deitar, sem antes abrir a janela para dar boa noite para as amigas.


Olavo fechou os olhos e tentou se concentrar para dormir, mas logo ouviu as estrelas o chamarem:


- Psiu! Olavo, vem aqui!


Olavo despertou e abriu a janela mais pálido de espanto do que nunca:


- Por que vocês me chamaram aqui? Vocês não podem dizer algo que faça sentido. Só posso estar louco, estrelas não falam! - Olavo replicou o que o pai disse.


- Se nós não podemos falar, como você está conversando com a gente, Olavo? Pois nós não duvidamos que estamos dizendo algo, mas você parece duvidar conseguir escutar.


- Tá, mas como vocês explicam isso? Porque tenho pensado estar louco.


- Está aí outra coisa que a gente não pode explicar! Talvez nem tudo tenha alguma explicação que precise fazer sentido, Olavo. Se você tem ouvido capaz de ouvir e entender estrelas é porque você nos ama e, logo, nos entende.


- Mas vão achar que eu sou louco!


- Mas talvez você seja, pois os seus sentidos ultrapassam a lógica dos sentidos e não há nenhum problema nisso! É preciso amor para ouvir e entender tudo o que a razão esconde.


- E é assim que eu faço para brilhar no escuro?


- Exatamente, tendo amor e esperança, mesmo quando tudo for escuro e frio!


- Mas vocês acham que eu consigo?


- Olavo, isto não depende do que nós ou alguém acredita. Só depende do que você acha. Você acha que você consegue?


- Acho que posso conseguir!


- Então podemos te dizer algo bom: enquanto você achar que pode conseguir, a sua luz se manterá acesa, mesmo quando se fizer noite!


Olavo e as estrelas conversaram toda a noite. Não só naquela, mas na maioria das noites que vieram. Embora, seja verdade que em algumas, conforme Olavo foi crescendo, ele tinha mais dificuldade as estrelas, pois às vezes voltava a questionar o sentido em tudo aquilo.


O maior mistério da vida, ao contrário do que possa parecer, não é a busca pelo sentido que todo o céu esconde, mas sim, todo o sentido que não é atribuído à um sentir infinito que só é conhecido pelas crianças, pelos loucos, pelos amantes e pelos os poetas.


Perguntas para Guiar a descoberta de Interpretações


1. Por que você acha que Olavo queria brilhar no escuro?

2. Se você pudesse perguntar algo para as estrelas o que seria?

3. Você gostou do pai de Olavo? Por quê?

4. O que você acha sobre Olavo ter hora para dormir?

5. As estrelas acham que nem todas as coisas precisam fazer sentido. O que você acha sobre isso?


Lembre-se: não existe resposta certa ou errada, quando o assunto é Literatura. No máximo, opiniões e interpretações diferentes!

Procure entender o que a história desperta e não o que ela significa!

Você gostou dessa adaptação infantil do poema Ouvir Estrelas de Olavo Bilac? O que ela te fez pensar? Conte para a gente!


Se quiser apoiar o projeto é fácil, curta o post, comente e compartilhe com os amigos!


Se inscreva na nossa Newsletter!


Siga @Euiancoski nas redes sociais!

www.instagram.com/euiancoski

http://twitter.com/euiancoski

https://soundcloud.com/euiancoski


E se inscreva no nosso canal no YouTube!

https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1

Nossos Podcasts de história infantil estão disponíveis lá também!

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR