• Jéssica Iancoski

Demetrios Galvão - Sem Medida | Poesia Contemporânea

Poema de Demetrios Galvão - Sem Medida.


Demetrios Galvão, nasceu e vive na cidade de teresina/pi. é poeta, editor e professor. autor dos livros de poemas fractais semióticos (2005), insólito (2011), bifurcações (2014), o avesso da lâmpada (2017) e do objeto poético capsular (2015).


►► Apoie o projeto e nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Demetrios Galvao Sem Medida
Sem Medida (Poesia Contemporênea: Demetrios Galvão/Toma Aí Um Poema)

Poema: Sem Medida

Poeta: Demetrios Galvão

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski


Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

Sem Medida


as casas fogem de repente

e em seu lugar há uma carta.

enrique molina

longe dos olhos o alimento é saudade

o que se carrega na mochila é rarefeito

a voz que vem de dentro é mitológica

reza uma fronteira e lembra uma origem.

longe do lar o encantamento é armadilha

os cartões-postais realizam um cortejo tímido

as paredes vestem um luto cordial que se renova

as águas dão forma a céus de misericórdia.


longe do corpo o relevo de um sorriso adormece elefantes

o nome próprio é um signo abstrato e sangra a falta de carne

os músculos são cordões inanimados em jogo voraz

os pássaros tomam posse da cabeleira abandonada.

Poema de Demetrios Galvao Sem Medida
Sem Medida (Poesia Contemporênea: Demetrios Galvão/Toma Aí Um Poema)

Poesia Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


#demetriosgalvao

#poesiacontemporanea