• Jéssica Iancoski

Cláudio Manuel da Costa - Soneto XCVIII Temei, Penhas | Poesia Brasileira

Poema de Cláudio Manuel da Costa Temi, Penhas Soneto XCVIII.


Cláudio Manuel da Costa foi um advogado, minerador e poeta brasileiro no Brasil Colônia.


Destacou-se pela sua obra poética e pelo seu envolvimento na Inconfidência Mineira.


Nasceu em Minas Gerais em 1729 e faleceu em 1789.


►► Apoie o projeto! E nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Claudio manuel da costa temei penhas
Soneto VII (Poesia Brasileira: Claudio Manuel da Costa/Toma Aí Um Poema)

Poema: Soneto XCVIII

Poeta: Cláudio Manuel da Costa

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema


Soneto XCVIII


Destes penhascos fez a natureza

O berço em que nasci: oh! quem cuidara

Que entre penhas tão duras se criara

Uma alma terna, um peito sem dureza!


Amor, que vence os tigres, por empresa

Tomou logo render-me; ele declara

Contra meu coração guerra tão rara

Que não me foi bastante a fortaleza.


Por mais que eu mesmo conhecesse o dano

A que dava ocasião minha brandura,

Nunca pude fugir ao cego engano;


Vós que ostentais a condição mais dura,

Temei, penhas, temei: que Amor tirano

Onde há mais resistência mais se apura.

claudio manuel da costa soneto vii
Soneto VII (Poesia Brasileira: Claudio Manuel da Costa/Toma Aí Um Poema)

Poesia Brasileira Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski


#claudiomanueldacosta

#soneto

#poesiabrasileira