• Jéssica Iancoski

Casimiro de Abreu- Poema Saudades | Poesia Brasileira Declamada

Casimiro José Marques de Abreu foi um poeta que pertenceu a segunda geração do romantismo brasileiro.


Ele nasceu em 4 de janeiro de 1839 no Rio de Janeiro


E faleceu em 18 de outubro de 1860, aos 21 anos de tuberculose.

(Poema de Casimiro de Abreu "Saudades")

Saudades


Nas horas mortas da noite Como é doce o meditar Quando as estrelas cintilam Nas ondas quietas do mar; Quando a lua majestosa Surgindo linda e formosa, Como donzela vaidosa Nas águas se vai mirar!


Nessas horas de silêncio, De tristezas e de amor, Eu gosto de ouvir ao longe, Cheio de mágoa e de dor, O sino do campanário Que fala tão solitário Com esse som mortuário Que nos enche de pavor.


Então — proscrito e sozinho — Eu solto aos ecos da serra Suspiros dessa saudade Que no meu peito se encerra. Esses prantos de amargores São prantos cheios de dores: — Saudades — dos meus amores, — Saudades — da minha terra!


Escute também no YouTube!

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal no YouTube! ►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1 ►► Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU

SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR