• Jéssica Iancoski

Augusto de Lima - Poema Humus Homo | Poesia Brasileira Declamada

Antônio Augusto de Lima foi um poeta brasileiro.


Ele nasceu em 5 de abril de 1859.


E faleceu em 22 de abril de 1934 no Rio de Janeiro, aos 75 anos.



(Poema de Augusto de Lima "Humus Homo")

Humus Homo

[a João Pinheiro]


Há qualquer coisa que nos solicita

dentro da terra, e liga (obscuro arcano!)

seu coração e o coração humano:

quando um deles palpita, o outro palpita.


Urna sem par da humanidade aflita,

Céres nutriz faz do suor insano.

O homem que, por castigo, é soberano

seu ventre famulento não evita.


A terra é do homem, o homem é da terra;

tudo quanto este encerra, aquela encerra:

a mesma essência, idênticos destroços.


Ah! quando encaro a terra pelo instinto

fatal de meu destino, tremo e sinto


dentro da carne estremecer meus ossos!


- Augusto de Lima, em "Símbolos". 1892.


Escute esta poesia no YouTube!

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal no YouTube! ►►►

https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


►► Conheça o Podcast Isto não são só Poesias:

https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


SIGA NO INSTAGRAM http://instagram.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR