• Jéssica Iancoski

Ana Cristina Cesar - Poema Que Deslize | Poesia Brasileira Declamada

Ana Cristina Cruz Cesar foi uma poeta considerada um dos principais nomes da Literatura Marginal de 1970.


Ela nasceu em no Rio de Janeiro em 2 de junho de 1952.


E morreu em 29 de outubro de 1983, aos 31 anos por suicídio.


(Poema de Ana Cristina Cesar "Que Deslize")

Que Deslize

Onde seus olhos estão

as lupas desistem.

O túnel corre, interminável

pouco negro sem quebra

de estações.

Os passageiros nada adivinham.

Deixam correr

Não ficam negros

Deslizam na borracha

carinho discreto

pelo cansaço

que apenas se recosta

contra a transparente

escuridão.


Escute este poema no YouTube

Clique no link para se INSCREVER no nosso canal no YouTube! ►►►

https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


►► Conheça o Podcast Isto não são só Poesias:

https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU


SIGA NO INSTAGRAM http://instagram.com/euiancoski

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR