• Jéssica Iancoski

Amélia Dalomba - Herança de Morte | Poesia Angolana

Poema de Amélia Dalomba - Herança de Morte.


Maria Amélia Gomes Barros da Lomba do Amaral, também conhecida como Amélia Dalomba, é uma escritora angolana. A poesia de Dalomba, angustiada e melancólica, expressa desilusão diante do cenário político e social angolano. Nasceu em 1961, atualmente está com 59 anos.


►► Apoie o projeto! E nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Amelia Dalomba Herança de morte
Herança de Morte (Poesia Angolana: Amelia Dalomba/Toma Aí Um Poema)

Poema: Herança de Morte

Poeta: Amélia Dalomba

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema

Herança de Morte


Lírios em mãos de carrascos

Pombal à porta de ladrões

Filho de mulher à boca do lixo

Feridas gangrenadas sobre pontes quebradas

Assim construímos África nos cursos de herança e morte

Quando a crosta romper os beiços da terra

O vento ditará a sentença aos deserdados

Um feixe de luz constante na paginação da história

Cada ser um dever e um direito


Na voz ferida todos os abismos deglutidos pela esperança

(Antologia Todos os sonhos)

poema de amelia dalomba herança de morte
Herança de Morte (Poesia Angolana: Amelia Dalomba/Toma Aí Um Poema)

Poesia Angolana declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU

#ameliadalomba

#poesiaangolana

#poetisa