• Jéssica Iancoski

Alberto de Oliveira - Soneto Horas Mortas | Poesia Brasileira

Soneto de Alberto de Oliveira Horas Mortas.


Antônio Mariano Alberto de Oliveira, mais conhecido pelo pseudônimo Alberto de Oliveira, foi um poeta, professor e farmacêutico brasileiro.

Figura como líder do Parnasianismo brasileiro, na famosa tríade Alberto de Oliveira, Raimundo Correia e Olavo Bilac.


Nasceu em 1857 no Rio de Janeiro e faleceu em 1937.


►► Apoie o projeto! E nos ajude a espalhar mais poesia

https://apoia.se/tomaaiumpoema

Horas Mortas (Poesia Brasileira: Alberto de Oliveira/Toma Aí Um Poema)

Poeta: Alberto de Oliveira

Poema: Horas Mortas

Voz: Jéssica Iancoski | @euiancoski

Use #tomaaiumpoema

Siga @tomaaiumpoema


Horas Mortas

Breve momento após comprido dia

De incômodos, de penas, de cansaço

Inda o corpo a sentir quebrado e lasso,

Posso a ti me entregar, doce Poesia.


Desta janela aberta, à luz tardia

Do luar em cheio a clarear no espaço,

Vejo-te vir, ouço-te o leve passo

Na transparência azul da noite fria.


Chegas. O ósculo teu me vivifica

Mas é tão tarde! Rápido flutuas

Tornando logo à etérea imensidade;


E na mesa em que escrevo apenas fica

Sobre o papel — rastro das asas tuas,

Um verso, um pensamento, uma saudade.

Horas Mortas (Poesia Brasileira: Alberto de Oliveira/Toma Aí Um Poema)

Poesia Brasileira Declamada no YouTube =P

Conheça o Podcast Isto não são só Poesias: ►►https://open.spotify.com/show/163N38GrKyTBAfFN2nW1hU SIGA NO INSTAGRAM http://instagram.com/euiancosk #poesiabrasileira #soneto #albertodeoliveira

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR