• Jéssica Iancoski

A Lenda do Baobá - Folclore Africano | Imbondeiro Angola

Lenda dos Baobás do Folclore Africano na versão de Jéssica Iancoski.


É uma história típica da Angola, conta sobre como Deus criou o Imbondeiro (Baobá).


A história popular foi recontada e adaptado para o podcast de Histórias para Dormir.


Indicação Livre.


►► Conheça o Podcast Histórias para Dormir: https://open.spotify.com/show/4dj4rmlTQt3wfocgvgKtYz?si=votsIzHoQomFgdoNy3PNBA

História Infantil em Áudio: A Lenda do Imbondeiro (Baobá)


Folclore Africano - A Lenda do Baobá (Angola)

(Por Jéssica Iancoski)

Há muito e muito tempo atrás, no continente africano, Deus estava criando o mundo.


Ele já tinha construído a terra, a grama e até mesmo algumas flores e lagos, quando resolveu criar a primeira árvore.


Então, Deus foi lá e criou o Baobá - uma árvore muito grande e grossa - ao lado de um dos lagos.


Depois Ele criou outras árvores.


- O Baobá é a primeira árvore da Terra! Eu o criei grande, resistente e longevo porque quero que ele ajude os humanos a evoluírem, quando eu os trouxer para cá. É por isso que um Baobá viverá 6 mil anos!


Deus tinha criado uma árvore que era capaz de atravessar os milênios, acumulando toda a sabedoria ancestral e entendimentos importantes sobre a vida e os humanos, mas o Baobá não estava feliz com isso. Ele não entendia...


Deus primeiro criou o Baobá (Ilustração Infantil: Artistas Desconhecidos/Histórias Para dormir)

Baobá olhava pelo reflexo do lago, via outros tipos de árvores e reclamava com Deus:


- Por que aquela árvore tem folhas amarelas e eu não tenho?


- Para você eu não quis dar folhas amarelas, Baobá! Mas eu quis que você fosse alto. Você pode ter 30 metros de altura porque eu te criei para poder ver mais longe. Você não precisa de folhas amarelas para isto!


- Ah, entendi. Mas por que aquela outra tem uma flor rosa e eu não tenho?


- Baobá, eu te criei para ser sábio! Você pode viver mais do que qualquer uma delas.


- Isso não é verdade! Você já criou outras árvores que podem viver bem mais do que eu. Por que aquela tem o tronco diferente do meu?


- Baobá, o seu tronco é assim porque você pode armazenar 120 litros de água dentro de você - isso permite que você sobreviva a períodos difíceis. Mas o seu tronco também é assim porque ele precisa ser oco, para que seja possível guardar as memórias de todas as gerações da vida dentro de você. Eu criei cada uma das árvores para alguma coisa. Todas vocês são diferentes, não queira que vocês sejam iguais, Baobá. A diversidade é o segredo da vida e da natureza.


- Más já tem outras árvores que são melhores do eu!


- Baobá, meu filho, entenda uma coisa. Não tem porque ficar se comparando com as outras árvores. Você é especial e único para mim. Você é um Baobá. Cada árvore eu criei para uma coisa, lembre-se. Além do mais, você foi o primeiro que eu criei, tem algo muito especial nisso, te dei tudo o que eu tinha de bom, mas depois eu fui me aprimorando. Olhe, a sua semente leva 10 anos para germinar. Isso é muito tempo! Precisei, por exemplo, criar árvores que crescessem mais rápido, mas elas morrem mais rápido também e aprendem menos sobre a vida....


- Mas isso não é justo, de jeito nenhum! Eu queria ser como as outras árvores que vejo pelo reflexo do lago.


O Baobá com as raízes para cima (Ilustração Infantil: Artistas Desconhecidos/Histórias Para dormir)

Deus então foi se enfurecendo porque Baobá não entendia a sua importância. E para que ele parasse de ver as outras árvores e se comparar com elas, Deus resolveu virá-lo de cabeça para baixo. E o que ficou para cima foram as raízes, enquanto a copa e as folhas do Baobá ficaram enterradas.


- Baobá, me desculpe… Mas fiz isso com você para você aprender a olhar para si e não para as outras árvores. Você é especial porque é justamente quem você é, um Baobá. Tenho certeza de que se você parar de olhar as outras árvores, vai conseguir descobrir como é importante ser você. Não precisa ter inveja, meu filho, você é único e especial para mim.


Passou algum tempo até que Baobá conseguisse entender quem ele era.


Então, Deus voltou e perguntou:


- Meu filho, já conseguiu ver a si próprio?


- Sim. Eu sou o Baobá! A Árvore mais antiga e sábia do mundo. Eu nasci junto com o mundo, por isso, serei a conexão entre os homens e você.


- Exatamente! Você é a árvore da vida. A vida será muito importante para os homens. Você deve ajudá-los a entendê-la.


- Eu sou grande desse jeito porque sou um pilar,o pilar do mundo e da resistência… Resistência ao tempo e todas as experiências que podem vir dele! Sejam boas ou ruins, por isso sou como sou e tenho as características que tenho - porque posso sobreviver e aprender. Então, posso ensinar.


- Sim, é isso mesmo, Baobá! Você é magnífico! Acho que já posso te desvirar então…


- Não faça isto, por favor! Acho que devo ficar exatamente como estou. Ficamos mais sábios quando estamos de cabeça para baixo, além do mais… Será mais fácil conversar com os humanos nessa posição, minha boca está mais próxima do solo.


- Tudo bem, então, Baobá! Como você preferir... O importante é ser você.


E foi assim que Deus criou o Baobá.


E é por isso que até hoje as pessoas se encantam por ele, porque quando o avistam de longe vem que ele está de ponta cabeça; e quando se aproximam, percebem que ele está exatamente como deveria estar: porque, assim, elas conseguem ouvir os conselhos de Baobá sobre a vida, sobre crescer e transcender. Afinal, todas as memórias do mundo estão guardadas no seu tronco oco.


Não há sabedoria da vida que não esteja dentro do tronco de um Baobá.

O Baobá (Ilustração Infantil: Artistas Desconhecidos/Histórias Para dormir)

Lenda da Angola no YouTube =P


Clique no link para se INSCREVER no nosso canal!

►►► https://www.youtube.com/channel/UCFs5WmyZ6IJhZvxGCwgq8dA?sub_confirmation=1


SIGA NO INSTAGRAM

http://instagram.com/euiancoski

http://instagram.com/podcast.historias

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR