Editora Independente eu-i

Jéssica Iancoski ou @Euiancoski escreve e ilustra suas próprias obras. Embora possua um livros de poemas, seu principal foco de produção é a Literatura Infantil. Mas há uma novidade importante: em seu universo criativo, Jéssica Iancoski não restringe as histórias ilustradas somente às crianças, ela faz questão de incluir o leitor adulto, pois acredita que a Literatura Infantil é para todos. 

 

Recentemente, Jéssica começou a editar os seus livros de maneira independente e disponibilizá-los em passo de formiga para os seus leitores.

Literatura infantil

Um Lugar Maravilhoso

Por onde Vai o Barco

Por onde Vai a Ilha

1910: A História que o Mundo Conta

A Eterna Luz que Brilha (em breve)

Poesia

Poilhias

Especiais comemorativos

Histórias para Dormir:

o podcast que virou livro

Apresentação ao Leitor Adulto

JÉSSICA IANCOSKI nasceu em Curitiba, em fevereiro de 1996 e continua viva, mas vamos escrever no passado porque é mais legal. Sua infância foi muito gostosa e, como a maioria das crianças, ela não sabia disto na época. Um dia cresceu, atingindo a altura de 1,69 metros e junto com isto também cresceu uma revolta adolescente dentro dela. Em parte, porque ela achava que faltou crescer 1 centímetro, pois sempre teve certeza que era a sua altura verdadeira era 1,70 metros. Mas também porque ela não nunca quis deixar de ser criança, embora tenha demorado para perceber isto com clareza, é claro.

Não exclusivamente por estas razões, mas em 2013 ela começou a fazer terapia psicanalítica, o que foi um marco importante. A partir daí, ela conseguiu não só entender melhor quem era ela, mas também aceitá-la - o que incluiu abraçar a vontade de escrever que ela julga estar com ela desde os 7 anos de idade, quando sabiamente escreveu em uma página arrancada de um diário  que ela nunca usou: “o amor é como uma flor que a gente arranca e dá para alguém” e “ a saudades vem do mel porque é doce e enjoa”. Embora, seja verdade que ela não tenha escrito exatamente deste jeito, resolvemos colocar assim para parecer mais bonito e surpreender nesta página de introdução.

Jéssica também descobriu que, como faltou crescer aquele centímetro, ela ainda estava em fase de crescimento, o que poderia durar a vida toda ou nem vir. Foi uma boa notícia, pois ela se sentiu no direito de redescobrir algumas coisas da infância, como a Literatura Infantil e o sucrilhos. 

Então, em um resgate a infância perdida, Jéssica tem mergulhado nas profundezas de seus sentimentos esquecidos, o que ela começou a aprender com a psicanálise, mas teve que parar justamente porque cresceu e o seu pai não podia mais pagar a terapia. Aí como ela não queria ter parado, ela resolveu transformar esses sentimentos em histórias, pois ela sempre gostou de metáforas para começar a lidar e nomear os sentimentos. E também porque depois de terminar os seus estudos em psicologia e se formar, ela achou que não tinha paciência para clinicar e que preferia jogar o sentimento direto nas pessoas ao invés de conduzi-las até eles. Sim, ela tem uma pitada de agressividade dentro dela, mas continua sendo a coisa mais fofa desse mundo. 

Nisto tudo, ela descobriu que a Literatura Infantil também pode servir para entrar em contato com os sentimentos na vida adulta e Jéssica deseja mostrar isso para os adultos - o que normalmente causa estranheza. 

É basicamente isto que você precisa saber sobre ela, mas há outra coisa importante para ser dita aqui. Se você primeiro leu a história porque continha imagens, ao invés de ler direto aqui que é só texto, então você está no caminho certo e tem salvação. Mas se você leu aqui primeiro, talvez seja porque você não se assusta mais com a falta do lúdico e é um adulto bem resolvido. Porém, isto só é válido se você não negar que uma boa história ilustrada pode te entreter também. As únicas pessoas que não têm salvação são aquelas que não lerem este livro por ser uma história de “criança” - para elas trago más notícias, elas serão engolidas por monstros que vivem debaixo das suas camas. Embora a maioria das camas sejam box hoje em dia, eu garanto que eles continuam lá, só que dentro da estrutura, o que é pior porque eles ficam presos lá. Então, se você conhece alguém assim, tire uma foto desta pessoa e envie para dez monstros nos próximos dez minutos, senão quem será engolido será você. Bláblablá blablá adultos dão valor quando a página está cheia de coisa escrita, blá blablábla blá blá blá blá. Blá blá blá blá e finalmente o que é importante:

Adultos,

Leiam 

Literatura

Infantil

Att. Jéssica Iancoski

/@Euiancoski

Apresentação ao Leitor Infantil

CRIANÇA, LEIA 

LITERATURA INFANTIL

PARA OS SEUS PAIS

e me ajude a salvá-los 

de esquecer.

 

Eu sei que você

Sabe como

é importante

Ser criança,

Mas eles Não 

se lembram mais.

 

sua amiga,

Jéssica iancoski

@euiancoski.

PS:  TENtEM NÃO ESQUECER.

  • Spotify Euiancoski
  • Instagram Euiancoski
  • YouTube Euiancoski

© 2020 por Jéssica Iancoski. 

Contato

jessicaiancoski@gmail.com

EU-i | CNPJ:33.066.546/0001-02 | Curitiba, PR